sexta-feira, 16 de julho de 2010

Parlamento Jovem Brasileiro: participe e conheça de perto a política


O programa Parlamento Jovem Brasileiro, da Câmara dos Deputados, está em sua 7ª edição e traz como tema "O Jovem e o Mercado de Trabalho". A iniciativa que tem o objetivo de possibilitar aos alunos de escolas públicas e particulares a vivência do processo democrático irá selecionar 78 estudantes de diversas regiões do país para acompanhar a rotina de trabalho e jornada parlamentar na Casa entre 8 a 12 de novembro de 2010.

"Durante uma semana esses jovens terão a oportunidade de vivenciar o trabalho parlamentar. Eles aprendem sobre o Congresso Nacional, a política brasileira e sobre o Brasil. Descobrem a importância de saber escolher seus representantes para a construção de uma nação cidadã", afirma o deputado Federal Lobbe Neto (PSDB/SP) criador do programa.

Para o deputado, possibilitar a visitação ao Congresso é uma grande oportunidade dos jovens entenderem mais sobre política e a tramitação de leis. Um exemplo disso é o aprovado Projeto de Lei (PL) 1.695/2007, apresentado por ele e inspirado na proposta formulada no Parlamento Jovem de 2004 pela aluna Martha Ramires Oliveira Sachser de Souza, que prevê a realização anual de exames oftalmológico e auditivo para alunos de ensino fundamental da rede pública.

Uma coisa é certa, não adianta só reclamar dos governantes, é necessário colocar a mão na massa. Para isso, durante a programação do Parlamento Jovem Brasileiro, os estudantes participarão de sessões solenes, comissões e entrarão na plenária para votar em projetos, além de conhecer o Palácio da Alvorada.

Lucas: "experiência foi transformadora"
E esta iniciativa não é só federal. As Assembléias Legislativas de diversos estados também adotaram esse plano para atrair a atenção dos jovens. O mineiro Lucas Vittelli, de 23 anos, participou da 1ª edição de Belo Horizonte em 2004 , ainda como secundarista. Em entrevista para o EstudanteNet ele afirmou que a experiência foi transformadora".

"A minha visão sobre política mudou completamente. Antigamente eu não tinha informações sobre o trabalho, quase não conhecia nada e com o projeto eu comecei a entender a causa legislativa, descobri a possibilidade de discutir temas que interessam aos jovens, fiz o papel de deputado", afirma Lucas que enfatiza a possibilidade da sociedade ser mais ativa na construção de um Brasil melhor. "Através do projeto aprendi que a população pode participar junto com o parlamento", finaliza.

Após a vivência parlamentar, Lucas resolveu matricular-se no curso de Ciências Sociais na PUC de Minas, decisão motivada pela participação no projeto. Hoje ele é estagiário na Assembléia do departamento que cuida do programa Parlamento Jovem.

Como participar
Para se tornar um "jovem parlamentar", os estudantes deverão entregar a ficha de inscrição preenchida junto com um projeto de lei na secretaria de sua escola até 25 de agosto. É necessário ter entre 16 a 22 anos e estar matriculado no terceiro ano do ensino médio.

Quem tiver dificuldades na criação de um projeto de lei, o site do Parlamento Jovem Brasileiro disponibiliza um curso on-line de como colocar no papel suas propostas. A criatividade é um diferencial, e os temas para as propostas são: Agricultura e Meio Ambiente; Saúde e Segurança Pública; Economia, Emprego e Defesa do Consumidor; Educação, Cultura, Esporte e Turismo.

Jovens de todo o Brasil podem participar. Assim como no parlamento, a quantidade de "estudantes deputados" por estados é proporcional aos habitantes. Vale lembrar que a hospedagem, alimentação e transporte ficam por conta da Câmara.

As secretarias de educação dos respectivos estados vai selecionar os jovens-parlamentares. A lista final com o nome dos 78 selecionados será divulgada dia 4 de Outubro no mesmo endereço eletrônico.


Fonte:

http://www.une.org.br/

AddToAny