sábado, 25 de setembro de 2010

POESIA - Louco Poeta




Nas minhas palavras vou me perder,
Assim como um louco apaixonado
Que entre um jardim de espinhos
Corre atrás de sua rosa amada.

Nos versos escrevo os meus pensamentos,
Sonhos, loucuras e delírios de um poeta,
Poeta que com sua loucura faz diferença.

Ah!Infelizes são aqueles que não são poetas!
Podem me chamar de louco, até de psicopata,
Mas eu sempre serei esse poeta da alma,
Pois são as palavras que completam meu ser
E não importa o que falem de mim,
O importante é ser quem realmente sou,
Um psicopata, um sonhador, um louco poeta!


MARCOS LEITE