sexta-feira, 4 de março de 2011

NUMA PARCERIA COM O BLOCÃO DA JUVENTUDE FOI LANÇADA A CAMPANHA DE PREVENÇÃO ÀS DST's/AIDS DO CARNAVAL 2011

SÃO LUÍS - Com o desfile do "Blocão da Juventude" e a distribuição de preservativos e material educativo, foi lançada, nesta quarta-feira (2), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), na Casa do Trabalhador, em São Luís, a campanha de prevenção às DSTs/AIDS do Carnaval 2011. A ação será coordenada pelo Conselho Estadual de Juventude e pelo Fórum Estadual de Juventude na capital e em vários municípios do interior do estado.
A recomendação é que durante o reinado de Momo o folião brinque com tranqüilidade, usando sempre o preservativo em todas as relações sexuais, seja com o parceiro fixo ou casual.

O alvo da campanha deste ano continua sendo a juventude, especialmente as de baixo poder aquisitivo e de menor escolaridade. Vários municíos foram mobilizados pelo CEJOVEM e pelo FEJMA. Eles receberaão material educativo (ventarolas, adesivos, cartazes e folders), além de uma cota extra de preservativos para realizar as ações de sensibilização durante a folia carnavalesca.

O projeto do Blocão da Juventude foi lançado em conjunto com a campanha de prevenção às DSTs/AIDS do Carnaval 2011 da Secretaria de Estado da Saúde. Durante a abertura da campanha, a superintendente de Atenção Básica da SES, Marielza Cruz Sousa, informou que a mobilização depende do apoio de todos, com destaque para as instituições governamentais e representantes da sociedade civil como o CEJOVEM e o FEJMA. Segundo ela, é possível controlar a infecção levando a mensagem da prevenção para toda a sociedade.

Conscientização

A coordenadora do Departamento de Atenção às DSTs/Aids, Osvaldina Mota, acrescentou que, nos últimos anos, a proporção de casos de Aids entre pessoas do sexo masculino e do feminino tem sofrido freqüentes reduções. Na faixa etária de 13 a 19 anos, por exemplo, já existem 10 casos de Aids entre mulheres para cada oito entre homens.

"Quanto mais dermos visibilidade a esse tema, mais conseguiremos sensibilizar as meninas e jovens de que elas precisam se proteger, cobrando do parceiro o uso do preservativo", esclareceu ela, afirmando que no Maranhão há 5.053 casos notificados até janeiro deste ano, sendo 3.243 casos (64%) entre pessoas do sexo masculino e 1.810 (36%) no sexo feminino. Segundo dados da SES, 12,5% dos casos notificados entre mulheres no estado correspondem à faixa etária de 15 a 24 anos.

Presente ao lançamento, o representante do Conselho Estadual de Juventude, Assis Filho, falou da importância da iniciativa da SES no controle das DSTs/Aids. "Sabemos que muitos jovens têm vergonha de comprar o preservativo na farmácia e distribuindo o preservativo temos mais chances de sensibilizar os jovens. Essa parceria com a Saúde é muito positiva", disse ele, ao lado do secretário adjunto de Juventude, André Campos.

Fonte: Secom do Estado.

AddToAny