quarta-feira, 15 de junho de 2011

SECRETARIA NACIONAL DE JUVENTUDE DEBATE CONFERENCIAS COM GESTORES DE JUVENTUDE DE TODO BRASIL

Do blog do Assis Filho


BRASÍLIA (DF) - Os gestores de políticas públicas de juventude se reuniram em Brasília, na última quarta-feira (8/6), para discutir as etapas preparatórias da 2ª Conferência Nacional de Juventude, agendada para o período de 9 a 12 de dezembro, na capital federal. Na ocasião, a secretária nacional de Juventude, Severine Macedo, ressaltou a importância do engajamento dos gestores na realização das conferências estaduais e municipais, além de destacar que a SNJ quer trabalhar em parceria com todos na implementação de políticas para o segmento juvenil. A presença expressiva dos gestores demonstrou, segundo a presidente da Comissão Organizadora da Conferência, Ângela Guimarães, o compromisso desse público com o processo da Conferência. A reunião contou com representantes de 17 estados e dezenas de municípios, que deverão iniciar em breve as etapas preparatórias.

Ângela Guimarães aproveitou o encontro para lembrar que no próximo dia 17 de junho termina o prazo para que os governadores convoquem as etapas estaduais que serão realizadas entre 1º de setembro e 31 de outubro. Entre 1º de junho e 31 de agosto, acontecem as etapas municipais e territoriais. As Conferências Livres começam no mesmo dia e vão até 30 de setembro. A 2ª Conferência Nacional traz como lema “Conquistar Direitos, Desenvolver o Brasil!”.


O prefeito José Noronha, de Monsenhor Gil, no Piauí, recebeu com entusiasmo a declaração de parceria da SNJ. “Em nosso município, existe a Secretaria Municipal de Juventude. Vamos realizar a conferência e esperamos estabelecer parcerias com a SNJ”, afirmou. Para o superintendente de Juventude do estado do Rio de Janeiro, Allan Borges, a reunião teve dois elementos fundamentais. Primeiro, possibilitou a todos um panorama geral dos avanços da política de juventude no conjunto dos estados que compõem a Federação. E, segundo, contribuiu para universalizar as informações e o conteúdo das conferências municipais e estaduais.


A coordenadora da Conferência e secretária-adjunta da SNJ, Ângela Guimarães, explicou que as etapas livres podem ser presenciais ou virtuais, em âmbito municipal, estadual, territorial, mas não elegem delegados. Já as etapas municipais, regionais e territoriais, além de elegerem os delegados, aprovam resoluções para a fase subseqüente. Ela destacou, ainda, o comprometimento dos membros da Comissão Organizadora, em especial do comitê exutivo, que tem trabalhado arduamente para a realização do evento. Além de Ângela Guimarães, a comitê é composto por Bruno Elias, Gabriel Souza, Darcy Gomes, Kathya Dudyck, Gabriel Alves e Fabrício Lopes.