quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Inscrições do Processo Seletivo 2013 da IFMA começam hoje

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) divulga o edital do Seletivo público unificado aos cursos da educação profissional técnica de nível médio. As inscrições custam R$ 20,00 e podem ser feitas no período de 1º a 25 de novembro no site do IFMA. Serão ofertadas 3.850 vagas, distribuídas em 18 campi da instituição. 

A prova será aplicada no dia 13 de janeiro de 2013 e os candidatos podem escolher entre 45 cursos, que estão organizados nas modalidades integrada, subsequente e concomitante. A seleção do IFMA vai implantar o novo sistema de cotas conforme o Decreto nº 7.824, de 11 de outubro de 2012. O decreto regulamenta o ingresso de alunos nas universidades e nos institutos federais. 

As instituições deverão reservar 50% das vagas de seus cursos para alunos oriundos de escola pública. Dentro deste percentual também serão garantidas vagas para os candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Essa reserva deverá ser proporcional ao índice dessa população em cada Estado, conforme o último censo realizado em 2010 pelo IBGE. No Maranhão, esse índice é de 77%. 

Cotas no IFMA 

No caso do seletivo do IFMA, 50% das vagas oferecidas em cada curso e turno serão para ampla concorrência, sendo 5% para os candidatos com deficiência. Os outros 50% das vagas serão destinados aos alunos que estudaram integralmente na rede pública.

Essa porcentagem será subdividida: metade para alunos com renda familiar bruta igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita e a outra metade para os candidatos com renda familiar superior. Das vagas de cada grupo, 77% delas serão reservadas para os que se declararem pretos, pardos e indígenas. 

Com a aplicação da nova política de cotas do MEC no IFMA em um curso como edificações, por exemplo, que possui 40 vagas, as cotas para escola pública ficariam assim: 20 vagas são para escola pública e destas 10 são para os candidatos com renda inferior a um salário mínimo e meio, sendo 8 para os autodeclarados pretos, pardos e indígenas e 2 para os não autodeclarados. Essa regra vale igualmente para aqueles com renda superior a um salário mínimo e meio.

As informações completas podem ser consultadas aqui.


Fonte: Portal do IFMA

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.