sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Professora Ulenira é impedida de se recadastrar

A prefeitura municipal de Governador Nunes Freire, assim como quase todas as outras prefeituras, lançou edital de recadastramento para os funcionários públicos do município. 

No edital, publicado aqui no blog, solicitava diversos documentos e em seu cronograma se encerrava no dia de ontem (31/01). 

A professora Ulenira, hoje vereadora do município pelo PPL, foi se recadastrar dentro do prazo, porém foi impedida, pois não possui sua portaria e termo de posse. Ulenira afirmou via facebook que perdeu sua portaria e nunca recebeu termo de posse (veja nota abaixo). 

Ulenira exigiu então que a prefeitura lhe desse uma declaração de que teria ido fazer o recadastramento. Após três tentativas, o documento saiu como ela exigiu. Veja abaixo:


Ainda na manhã de ontem, a vereadora Ulenira publicou uma nota no facebook: 

"Começou oficialmente a dura batalha! Estive agora a pouco na prefeitura de GNF munida de todos os documentos solicitados no edital de recadastramento, com exceção da minha portaria, que lamentavelmente perdi e do termo de posse que ao que me recorde nunca recebi. Por esse motivo, o secretário de administração de quem votou em MARCEL CURIÓ, me impediu de fazer o recadastramento. Agora estou na dúvida, sou eu quem devo provar que sou efetiva ou ele que deve me provar que não sou funcionária do município? Vou aguardar para ver o que vai dar, no dia do pagamento do mês de janeiro." 

Com informações do blog do Jarivânio

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.