quarta-feira, 10 de abril de 2013

Moradores questionam contratação de professores sem formação

No último domingo, os vereadores Marcelo Oliveira e Ulenira Batista, de Governador Nunes Freire, participaram, à convite dos moradores do povoado Santo Antônio, de uma reunião com pais de alunos e moradores daquela localidade.

Os moradores questionaram a contratação de pessoas sem formação para darem aula na rede municipal de ensino do município. 

Segundo os moradores, por perseguição política, professores com a devida formação estão fora das salas de aula enquanto outras pessoas, sem capacitação, estão dando aulas.

Na ocasião, os moradores falaram que pessoas contratadas para trabalharem como professores e diretores em escolas de assentamentos do município que, segundo afirmaram, “não possuem sequer magistério”.

Segundo os vereadores, os contratados nesta situação estão lotados em unidades de ensino localizadas principalmente nos povoados. 

A denúncia foi reforçada por um morador do município, professor por formação, que, em contato com o blog, acusou a gestão municipal de contratar pessoal sem qualificação. Ele não quis se identificar “para não sofrer retaliação”. “Eu sou professor formado com nível superior e estou parado. Enquanto isso, por causa de política, gente sem formação está dando aulas para as crianças aqui”, criticou o professor. 

Ainda de acordo com os moradores, há registro de famílias moradoras do povoado cujos pais teriam se recusado a deixar os filhos estudarem numa escola com professor sem formação.

Os edis afirmaram que se a prefeito municipal não tomar uma atitude imediatamente, retirando da sala de aula os professores sem formação, vai acionar o Ministério Público.

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.