segunda-feira, 1 de abril de 2013

Prefeito persegue servidores

Na última quarta-feira (27) os vereadores Gerlandia de Oliveira, Marcelo Oliveira, Paulo Lopes e Ulenira Batista protocolaram requerimento solicitando que seja encaminhado, em nome da casa, pedido para que o Prefeito Marcel Curió reconsidere a decisão ora tomada de dispensar os serviços das senhoras Maria Perpétuo Socorro Fernandes e Ilmar Maria José da Conceição Victor.

Ambas funcionárias cedidas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA à Secretaria de Saúde do município. Elas prestam serviço relevante e sem nenhum ônus para administração municipal e por motivações políticas, foram dispensadas.

Nesta segunda-feira (1°) houve mais uma sessão ordinária. Dos 11 vereadores, 7 estiveram presentes, entre eles: Ulenira Batista, Marcelo Oliveira, Gerlandia de Oliveira, Esmilton Pereira, Maurílio Bueno, Gessimar Neres e Wanderley Pereira.

Na ocasião o referido requerimento foi colocado em votação e REJEITADO por 4 dos vereadores: Esmilton Pereira, Maurílio Bueno, Gessimar Neres e Wanderley Pereira. Ou seja, a maioria presente.

Para os vereadores de oposição, é uma situação lamentável e entendem que com a perseguição política desencadeada pela administração do atual prefeito quem acaba pagando é a população, que vêem os interesses pessoais dos integrantes da administração se sobrepondo aos interesses públicos. 

Acreditava-se que perseguição política era coisa do passado distante em Nunes Freire. Acabou-se com essa prática nefasta e que prejudicava apenas a população. Agora, no entanto, alguns políticos do atual grupo que fizeram isso no passado voltam ao poder com uma sede de vingança desproporcional.

O atual prefeito prometeu durante a campanha eleitoral de 2012 não promover qualquer perseguição politica. Prometeu e não esta cumprindo. Falou uma coisa e faz outra, com prejuízo a todos os moradores de Governador Nunes Freire.

Em campanha política o prefeito pronunciava em seus discursos que não haveria perseguição, e que servidores pudessem ficar despreocupados, pois seu mandato seria voltado para todos sem restrições políticas.

Ficamos no aguardo de uma posição coerente e justa da atual administração.

Veja:

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

AddToAny