domingo, 8 de setembro de 2013

Rodoviários paralisam atividades na próxima quarta-feira, em São Luís

Do Imirante

Em entrevista ao programa Ponto Final, rádio Mirante AM, na manhã deste sábado (7), o representante do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário no Estado do Maranhão (STTREMA), Rodrigo Rodoviário, esclareceu a motivação dos protestos acontecidos nessa sexta-feira (6), no Centro de São Luís – ouça a entrevista na íntegra. Mais de 30 ônibus foram depredados na paralisação de motoristas. Quatro foram, ainda, incendiados por vândalos. Na Rua das Cajazeiras, no Centro, os ônibus foram se aglomerando desde as 15h30. Somente por volta das 20h, o trânsito começou a ser liberado.

Segundo o representante dos rodoviários, nos últimos 10 anos, os rodoviários não tiveram oportunidade de fechar um acordo tão vantajoso como o que foi fechado neste ano, com a intervenção da Prefeitura de São Luís. Ontem, a categoria foi informada que os empresários do setor de transporte público da capital maranhense não iriam fazer o repasse dos salários com o valor conquistados pelos rodoviários após o acordo. O pagamento de agosto seria feito com base no valor do mês de abril, portanto, menor do que o esperado pela categoria. Em assembleia, esclarece o representante, a categoria argumentou que não havia qualquer alternativa e ficou decidido que os rodoviários entrariam em greve a partir da próxima quarta-feira (11), por tempo indeterminado, caso não haja acordo com as empresas. 

Ainda de acordo com o representante, o protesto não teve o apoio do STTREMA e as manifestações só tomaram tal proporção por causa de um boato sobre a morte de um trabalhador rodoviário.

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

AddToAny