segunda-feira, 17 de novembro de 2014

3 mil vagas para professores da rede Estadual de ensino serão abertas no Maranhão

Da iDifusora

O governo Roseana Sarney tem se notabilizado pela realização de concursos públicos em diversos setores. Uma das áreas beneficiadas é a Educação, que em 2009, teve a oferta de 5.320 cargos para professor e, agora, foi encaminhado projeto de lei à Assembleia Legislativa para autorizar a criação de mais 3.000 novas vagas para docentes da rede estadual de ensino.

O anúncio do novo concurso vem atender crescente demanda por esses profissionais de educação na rede pública, frente ao contexto de expansão do setor educacional maranhense que objetiva a universalização do ensino médio no estado.

Entre as razões que evidenciam a pertinência do concurso, estão a vacância em decorrência de aposentadorias, bem como ocumprimento do novo Estatuto do Educador, que previu a ampliação da hora-atividade docente, reduzindo assim a carga-horária dos docentes em sala. Além disso, a efetivação da Emenda Constitucional Nº 59/2009, que estabeleceu a necessidade de universalização do Ensino Médio, implica em progressiva ampliação do quadro docente para atendimento da Educação Básica.

Diante desse cenário, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) fez um estudo de demanda de vagas e de viabilidade orçamentária, que concluiu pela necessidade das 3 mil vagas em diversas disciplinas, que por meio de projeto de lei foram enviadas para aprovação da Assembleia. A Seduc esclarece que na programação orçamentária para o exercício de 2015 já estão assegurados recursos para a realização do concurso público.

Para o secretário de Estado de Educação, Danilo Furtado, a criação dos cargos conclui a série de ações estruturantes realizada pelo governo Roseana que possibilitará a continuidade do desenvolvimento da educação no estado.

“O anúncio do concurso para professor fecha um ciclo de ações estruturantes determinadas pela governadora Roseana que visa o desenvolvimento da educação pública estadual. Neste período foi aprovado o Plano Estadual de Educação, que lança o planejamento para as ações e políticas educacionais para os próximos 10 anos; aprovado o Estatuto do Educador, garantindo novas conquistas aos profissionais de educação e está sendo implantado um amplo programa de reforma e ampliação de escolas, seguindo os padrões do Ministério da Educação. Tais ações, aliadas ao suprimento da necessidade de professores permitirá melhores condições para a oferta da educação pública de qualidade nos próximos anos”, destacou Danilo Furtado.

Vagas
 
As 3.000 novas vagas serão de provimento efetivo e devem ser preenchidas por concurso público. Os novos servidores serão lotados na Carreira de Docência do Estado, no cargo Professor III, subgrupo magistério da educação básica, atendendo a todas as disciplinas previstas no currículo de ensino médio do estado.
 
Serão ofertadas 518 vagas para Língua Portuguesa; 257 para Língua Estrangeira (Inglês); 133 para Língua estrangeira (espanhol), 341 para Matemática; 302 para Química; 291 para Biologia; 286 para Física; 236 para Geografia; 148 para Educação Física; 131 para História; 126 para Filosofia; 121 para Artes e 111 para Sociologia

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.