quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Polícia prende a sobrinha de vereador que forjou o próprio sequestro

Maria Magalhães da Luz, sobrinha do vereador Galego de Igarapé Grande (MA) foi presa na tarde desta quinta-feira (19), na cidade de Goiânia, após confessar à polícia que forjou o próprio sequestro para extorquir dinheiro do tio. A jovem teve ajuda do namorado, Hernandes Gomes dos Santos, que se passou por um sequestrador da cidade do Rio de Janeiro e exigia um depósito R$ 30 mil para o resgate da suposta vítima.

Segundo a polícia, o vereador Galego vinha recebendo ligações de sua sobrinha que fingia estar sob a guarda do suposto sequestrador. O vereador teria relatado ainda que os pais de Maria da Luz ficaram desesperados e ele, então, conseguiu levantar a quantia de R$ 15 mil com familiares para fazer o depósito exigido pelo sequestrador.

A conta-corrente onde o depósito foi feito estava em nome de Jaqueline Araújo da Silva, ex-mulher de Hernandes dos Santos. O delegado Jânio Pacheco solicitou ao banco que a quantia só pudesse ser retirada na agência de Igarapé Açu. No momento em que Jaqueline Silva foi fazer o saque teve a voz de prisão decretada pelo crime de estelionato.

Em seu depoimento, Jaqueline Silva relatou como se deu a trama e Maria da Luz e Hernandes dos Santos foram obrigados a se entregar no 1º Distrito Policial de Goiânia. Maria da Luz confessou ser a mentora do crime. Os três acusados foram autuados pelo crime de estelionato. 

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.