quinta-feira, 24 de setembro de 2015

TSE aprova criação da Rede Sustentabilidade de Marina Silva

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou por unanimidade, nesta terça-feira, a criação da Rede Sustentabilidade, partido da ex-ministra Marina Silva. Os organizadores da Rede apresentaram 498.317 assinaturas, bem acima do patamar mínimo exigido pelo TSE para autorizar a criação de um partido, hoje fixado em 486.679 assinaturas.

A Rede surge como um partido de oposição em meio a uma intensa crise política e a um forte debate sobre eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Mas o novo partido não deve reforçar o movimento pelo afastamento da presidente. Maria Silva já declarou que não há fato definido que justique um eventual impedimento da presidente da República.

Pouco antes do início da sessão do TSE, o deputado Miro Teixeira, disse que a Rede nâo endossa o impeachment.

— A questão do impeachment já foi avaliada. Não há causa para o pedido de impeachment — disse.

Miro se elegeu pelo PROS do Rio de Janeiro, mas é um dos fundadores da Rede. Marina disse que a prioridade agora é organizar a Rede e buscar a renovação da política no país.

Neto Ferreira

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.