domingo, 24 de janeiro de 2016

Matrículas para universidades federais vão até terça-feira (26)

As matrículas para as universidades públicas continuam na segunda-feira (25) e na terça-feira (26) para candidatos selecionados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Quem ainda não conseguiu uma vaga para o curso que deseja, ainda tem como chance a lista de espera.

É o sonho de muita gente se concretizando agora. Como o João Mateus Câmara, que passou para design e nem está se importando com o exercício e a espera. “Eu tô com muita vontade. Ainda não finalizei minhas aulas porque minha escola entrou em greve, mas eu tô com pique de sair e já entrar em outro. Estou muito feliz e espero que comece a aula”, disse.

Para fazer a matrícula nas instituições de ensino federais é preciso levar duas fotos 3 x 4 coloridas e recentes, carteira de identidade, CPF, certificado de conclusão do Ensino Médio, histórico escolar, comprovante de residência atualizado, título de eleitor e prova de quitação eleitoral para quem tem mais de 18 anos e, para os homens com mais de 18 anos, prova de quitação com o serviço militar.

“Essa manifestação, ele já pode fazer desde segunda-feira (18) até o dia 29 no site do Sisu. Sabendo que, ele estando na lista de espera, ele vai concorrer apenas para sua primeira opção. Mas, tem um detalhe, aquele aluno que foi classificado na sua segunda opção também pode manifestar interesse em participar da lista de espera, tentando com isso conseguir uma vaga na sua primeira opção”, explicou a diretora do departamento de desenvolvimento e organização acadêmica, Silvia Duailibe.

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) teve a maior concorrência do Brasil entre as instituições que participaram do Sisu este ano. Foram 135.798 inscritos, cerca de 56 candidatos por vaga. No Instituto Federal do Maranhão (IFMA), com 1.600 vagas, os cursos com maiores notas de corte foram as engenharias.

“As maiores nota de corte da gente foram para os cursos de engenharia elétrica e engenharia civil. E as maiores concorrências para os cursos de biologia e alimentos”, contou a coordenadora de admissão do IFMA, Viviane Farias.

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.